Me desculpe se a igreja te machucou

IMG_3817Em 2013 eu estava andando pelas ruas de Chicago fazendo evangelismo com alguns amigos em parceria com uma igreja local, quando comecei a conversar com uma senhora e perguntei se podia orar por ela. Muito atenciosa e simpática, ela disse que estava tudo em ordem. Mas eu senti de pedir perdão.

“Eu quero te pedir perdão em favor da igreja”, quando percebi, as palavras já tinham saído da minha boca.

Ela ficou surpresa.

“Sinto que você já frequentou uma igreja, mas que está muito ferida por causa alguns relacionamentos e também pelo controle, por isso acabou se desviando.”

Ela confirmou, adicionando que a rotina estava tão intensa que acabou sendo mais uma desculpa para deixar de ir aos cultos e se envolver. Naquele momento, percebi que alguma coisa mudou e que Deus estava trazendo restauração e paz.

Comecei a escrever esse artigo porque há algum tempo eu estou um pouco incomodado e cansado de ver tanta gente ferida em minha trajetória de vida. Se você não está nessa situação, com certeza conhece alguém que está. Então eu realmente gostaria de me desculpar em nome da igreja como alguém que simplesmente ama pessoas e que acredita que juntos podemos fazer a diferença em comunidade.

“Mas eu sou a Igreja. E eu tenho comunhão com Deus. E isso é tudo!”, você diria.

Você é sim a Igreja. Mas se de fato queremos crescer como corpo, precisamos perseverar para andar em unidade. E nem sempre isso é fácil.

Não estou dizendo que você é obrigado a voltar para o mesmo lugar de onde veio. Mas se você está buscando crescer, é preciso manter uma consistência. Desistir no meio de cada dificuldade ou crise não é andar por fé, mas pelas circunstâncias. E isso é completamente o oposto daquilo que cremos, certo?

“Mas você não sabe o que me fizeram!”, você diria.

O que o inimigo mais quer que você acredite é que não há mais esperança e te fazer sentir vitimado. Por isso mesmo você tem que se posicionar em fé. É responsabilidade sua de aceitar ou não a situação em que você se encontra. Lembre-se: o Espírito Santo habita dentro de você e te capacita a olhar para cada situação pelas lentes do Pai. Você não é um pobre coitado, vítima de alguém. Você é um mais que vencedor em Cristo Jesus!

Eu creio que você tem um chamado e que Deus te deu dons e talentos maravilhosos que precisam ser desenvolvidos para que a glória dEle seja manifesta através da sua vida! Eu creio que há um tesouro dentro de você que vai impactar muitas pessoas e fazer a diferença. Você tem um propósito incrível e Deus quer te levar muito além do que você jamais foi!

Então, por favor, me desculpa se a igreja te machucou. Eu realmente não queria que isso tivesse acontecido. Eu acho que ninguém teve a intenção real de fazer algum mal. Ainda porque Deus é amor e que nesse amor possamos crescer e desenvolver melhor os nossos relacionamentos, aprendendo a comunicar melhor o nosso coração seja com amigos, lideres ou liderados.

Que esse seja um tempo de começar de novo. E avançar!

Leia: Me desculpe se a igreja te machucou – parte 2

Siga a página no Facebook e receba novas atualizações!

Leia também:
Seja você. O melhor de você.
4 dicas para um Evangelismo Sobrenatural
Cristãos, parem de ficar puros até o casamento

57 comentários em “Me desculpe se a igreja te machucou”

  1. Primeiro, a coisa mais facil de se deduzir hoje é que membros de igrejas ofenderam outros membros, e muitos deles se afastam por tamanha a hipocrisia que reina nessas igrejas benditas. Segundo que vc não se deve se desculpar pela hipocrisia e falsidade dos outros, é ridiculo, se algum ser que realmente segue o que é ensinado na biblia sabe que ele mesmo tem que se desculpar, não gente que não tem nada a ver. Agora pare de perder seu tempo e gastar o de outras pessoas, religião nada mais é que controle social.

    Curtir

    1. Oi Gabriela. Eu acredito que o amor liberta e meu desejo é de amar às pessoas também com as minhas palavras e meus textos. Jesus te ama muito! E no dia que você tiver uma experiência com Ele, como eu tive, você vai descobrir que Ele não é religião, muito menos controle. Mas que Ele é a revelação do amor do Pai que trás liberdade!

      Curtir

    2. Oi Gabriela. Jesus não tinha nada a ver com o pecado da humanidade, e mesmo assim ele se entregou pra perdoar nossos pecados, pedir “desculpas” se a igreja te feriu não é errado, primeiro devemos seguir os passos de Cristo, segundo a igreja é uma unidade se a igreja machucou alguém com palavras ou atitudes devemos demonstrar o perdão e o amor que Cristo nos ensinou.

      Curtir

    3. Eu de certa forma entendi o que a Gabriela quis dizer no início da sua fala e eu acabei concordando com a parte que cada pessoa tem que fazer a sua parte e pedir desculpas. Mas daí vem o além disso tudo, que é a parte bonita de se ter uma religião, de acreditar numa crença (seja lá qual seja e o que faça.. sendo sincera quem poderá julgar?), de que acreditar num Deus de bondade; que é você assumir riscos e responsabilidades e se desculpar pelos outros! Deus faria isso por nós!
      Agora quanto a religião ser um controle social, me desculpe mas religião é FÉ.. religião é acreditar no que não se vê, mas se sente.. religião é entregar sua vida à um Criador que é o Pai de todas as coisas.

      E Gabriel, eu não conhecia o seu blog. Esse foi o primeiro post que li, e fiquei muito feliz por ter lido isso. Com suas palavras, vê-se que ainda existem verdadeiros cristãos que seguem o que foi escrito à nós.
      Parabéns pela atitude, pela coragem e principalmente pela disposição de externar sua experiência. Com certeza isso tocou alguém, e se uma pessoa for atingida já valeu a pena!

      Curtir

    4. Gabriela, Paz seja contigo! Entendi a sua primeira objeção, mas nosso referencial sempre será Cristo e Ele mesmo nos ensina a nos pôr no lugar do outro, entender a necessidade do outro, e uma vez q entendo isso, entendo que isso não se limita ao dedicar uma postura de quem cuida, mas também assumir, se preciso, a culpa de alguem mesmo que a princípio essa culpa não seja minha.
      Quanto ao Gabriel, que bom que ainda existem cristãos como você. Eu tb já andei discrente quanto a essa questão da comunhão verdadeira e amor para com o proximo mas tenho sentido que isso não é Balela. Ainda estou em processo de restauração. Quem ler isto, me ajude TB em oração.
      Paaazz

      Curtir

  2. Olá Gabriel, Shalom!

    Fui surpreendido com o teu artigo em uma pesquisa que fazia aqui na net. Eu pesquisava sobre a vida em comunidade, e me deparei com o artigo, “Me desculpe se a igreja te feriu!” acho que isso aconteceu comigo, mas acabei me revoltando contra mim mesmo e contra Deus. Permaneci na Igreja e na Comunidade que eu amo, Comunidade Católica Shalom, o local de minha experiência com o Amor de Deus. Porém, não deixei Deus tocar nas minhas feridas e tenho tido medo de recomeçar e me entregar ao chamado que Deus tem pra mim. Sei, tenho o orgulho ferido, a minha pessoa foi ferida, e isto dói muito em só lembrar. Será que eu tenho jeito ainda, será que posso ter uma outra história com a Igreja e com Cristo Jesus? Peço as suas orações, Deus abençoe o teu apostolado. Um abraço
    Luan Santos
    luangomessantos@terra.com.br

    Curtir

    1. Oii Luan, acredito que pra todos nós existe uma soluçao. Ja me feriram bastante tbm, já me apontaram dentro da igreja e me olhavam como se eu fosse a unica pecadora daquele lugar, como se meu pecado fosse maior do que o deles, mas ainda bem que pra Deus nao existe pequeno grande ou pequeno, eles sao iguais a mim, por mais qe não pensem assim, o que me importa é o que Deus pensa. Quando Deus nos escolhe, Ele ja sabe quais sao os erros que a gente vai cometer, quais serao os motivos das nossas quedas, mas mesmo assim nos escolhe, pq Ele nos ama e ve valor em nós. DEus nao comete erro nenhum e as vezes desistimos dEle, mas a gente comete erro todooos os dias e Ele nem assim desiste de nos! Não volte pra “igreja” volte pra Deus e seja igreja! Qe Ele t abençoeeeee

      Curtir

      1. Amanda bom dia ou como é de costume a paz do Senhor.Muito sábias as suas palavras com firmeza as declarações . Quero te dizer que,existe um versículo na bíblia que nos diz:Aquele que diz que está na luz e odeia seu irmão,até agora está nas trevas. 1 jo 2
        E dessas pessoas estão cheias as nossas igrejas . Uma coisa vcs terão de ter convicção . A igreja é um hospital e como hospital não tem pessoas sã..mais sim pessoas doentes precisando de tratar alguma ferida no seu ser . E até que isso aconteça elas infelizmente acabam transmitindo a sua infermiade espiritual a outras pessoas . Há uma vacina chamada AMOR que o nosso médico dos médicos prescreveu e nos disse que nenhuma bactéria lançada iria resistir porque quem ama esse verdadeiramente está em Cristo . Que levou sobre si todas as nossas enfermidade . Portanto continue amando, mesmo os seus inimigos mesmo aqueles que ao invés de te dar amor te maltratam nas igrejas . Certamente Deus sabe que vc é a diferença dentre tantos que ali estão . Muitos virão,mais poucos serão os escolhidos e o escolhidos fazem a diferença neste mundo.

        Curtir

  3. Olha, esses dias me deparei com uma história assim na minha igreja e tudo que consegui fazer depois de ir embora, foi chorar …realmente a igreja precisa estar mais atenta a essas coisas. Algumas feridas são muito difíceis de curar. Achei suas palavras muito sábias. Que Deus continue te abençoando. A Paz !!

    Curtir

    1. Realmente, palavras tem o poder de machucar ou não.
      Passei por essa situação de ser machucada, mas eu não desisto de Cristo, e levei esse período difícil como uma lição de vida. Para eu nunca agir do mesmo jeito que agiram comigo.

      DEUS TE ABENÇOE

      Curtir

  4. Não é tão simples como vir e escrever um “textinho” no minimo batido “desculpe a igreja, agora venha fazer parte do meu rebanho” e achar que isso vai mudar todo os anos de dor que sua religião e sua igreja causaram a milhares de pessoas pelo mundo. Somente as desculpas por sua religião, não vão fazer o preconceito e a forma como os religiosos tratam quem não acredita em seu “D”eus, acabarem. Sua tentativa de catequizar por desculpas, não iram fazer as pessoas(em sua fé, do que é cert e errado, para sua religião) pararem de agredir homossexuais, mulheres que não seguem sua forma patriarcal e nem pessoas que escolheram pensar por si, ao contrario de se esconder atras de uma imagem, como desculpas para seus erros e como reconforto pra quando morrerem, achando que continuaram vivendo. Religião serve somente para propagar o ódio pelo próximo, já não vivemos mais em uma época onde religião existia para promover uma falsa ordem na sociedade.
    Como já dito acima, texto muito pretensioso, escrito por alguém que acha que foi pouco o que a igreja fez e faz, alguém que muito provavelmente o escreveu dentro de seu mundo machista, conservador e com sua fé hipócrita.

    Curtir

    1. Realmente não é tão simples não, acho que a a igreja e todas as pessoas deveriam ser mais cuidadosas, mas sinceramente vejo os dois lados e enchergo que há um erro de ambos. Por um lado a igreja deveria cuidar das pessoas e não as julgar e condenar (pois isso só cabe a Deus). Mas por outro, as pessoas deveraim parar de depositar sua fé umas nas outras e olhar para Jesus Cristo que pregou o verdadeiro amor (Suas obras refletem isso, só basta estudar história que verás). Já fui machucada por pessoas de dentro e de fora das igrejas até que cheguei a uma conclusão: Se nós somos hipócritas o bastante pra vacilarmos com Deus todos os dias e Ele nos perdoa mesmo assim, da mesma forma deveríamos perdoar o nosso próximo, Quantas vezes você não machucou alguém e foi perdoado? (a começar por Deus), então faça o mesmo. A propósito o perdão possui o dom de curar, já o rancor destroi o ser humano literalmente, tenho parentes infermos de cama por causa de rancor. Então sejá lá que tenha acontecido com você, olha para Jesus Cristo pois Ele nunca falhará contigo! Deus te abençoe Luiz!

      Curtir

      1. Acho essa ESTÓRIA das obras de Jesus muito boas, muito bem escrita, porem se quer falar de história mesmo, acho que não é na Bíblia que você vai achar. No mundo real, baseado em evidencias, não no que você simplesmente acredita, são bem diferentes as obras de “Jesus cristo” e seu pai “Deus”(totalmente politicas), nelas vemos Cruzadas, racismo, machismo, mais guerra, odio, rancor etc. e no meio disso até sobra um espaço de solidariedade, porem quase sempre é aquilo, estou dando pra ganhar minha salvação.
        Não me aconteceu nada, pode ficar tranquila (exatamente nessa sua frase resume todo esse post na pagina, demonstra o pensamento de quase todo religioso, que acham que pelo fato de não ter a mesma crença, aconteceu algo, porque “não pode”, “ta errado”). simplesmente não acredito, ponto. Nesse “a igreja deveria cuidar das pessoas”, o cuidar da igreja é fazer com que todos sigam o seu pensamento, porque todos os outros estão errados (todas as igrejas e crenças são assim) e quem não segue ta errado.

        Curtir

    2. Oi Luiz! Eu não acho que o que a igreja fez foi pouco. Seria muita insensibildade minha pensar nisso no contexto histórico-mundial. Mas se nada for feito ou falado, viveremos para continuar vendo atrocidades. Atrocidades que muitos cristãos não concordam. Eu realmente acredito em mudança e esse texto é a ponta do iceberg do que vivo. Ainda porque eu não acredito em religião, mas em Jesus. E espero caminhar sempre com Ele. Pois como um dia a minha vida foi transformada pelo Seu amor, que muitos também sejam; e que não sejam massacrados pelo controle do homem religioso. De qualquer forma, muito obrigado pelo seu ponto de vista.

      Curtir

    3. Vamos lá! Entendendo de um modo geral o que seria ferir a alguém, sem colocar a religião ou credo em pauta, é bem notável que o ser humano é um ser completamente detestável, ganancioso, malfeitor, mentiroso, e, para mim o pior dos adjetivos, EGOÍSTA. Não interessa se você está bem ou não. Não interessa se você tem o que comer ou o que vestir, ou o que você pensa, importa sim o que você tem pra me oferecer. Essa é a narrativa geral do ser humano. Entendendo isso, foco em outro ponto. Imagine comigo um professor. Ele tem uma imensa turma, e sabe que nela há pessoas que só estão ali porque alguém os obriga, ou então porque recebem algum benefício do governo para estarem ali, ou então porque estão loucos para apenas “zoar” na sala de aula, mas há também aqueles que vão porque se interessam na matéria, ou porque realmente precisam daquele conteúdo para passar de período, ou simplesmente porque gostam do professor. Convenhamos que um bom professor sabe bem quem é quem na sala de aula, mas mesmo sabendo disso, ele dá a matéria para TODOS! Ele sabe que talvez a maioria não irá aprender aquilo que ele está ensinando, mas a ele dá mesmo assim. Pra mim o evangelho é isso. Um “Professor” que deu a matéria para todos alunos, mesmo sabendo que a maioria não iria estudar a matéria, e por consequência, na hora da prova, eles seriam REPROVADOS, não porque o Professor quis, mas porque o aluno não quis estudar. Infelizmente, toda a igreja é composta de pessoas. Pessoas essas que ainda se enquadram nos adjetivos que pus no início do texto. Contudo, o manual do que se deve fazer foi deixado pra todo mundo. Cabe a cada um decidir se quer seguí-lo ou não. Fora os fanatismos e as discussões alheias, acho que ninguém pode dizer que algo é ruim se não experimentar a melhor parte deste. Suponha que você nunca chupou uma laranja, e que ao invés de te darem o bagaço, ou o sumo dela, te deram a casca e falaram pra você “isso é laranja”. Certamente você irá odiar a laranja, porque o que te deram é amargo, não é algo bom de se experimentar, e consequentemente, sempre que te oferecerem você irá recusar, porque sabe que é ruim, mas isso porque um dia te deram a pior parte da laranja. As pessoas que vão à igreja, ou que se dizem seguidoras de Jesus e não fazem o que Jesus ensinou, são como os alunos rebeldes, que te ofereceram a casca da laranja, quando o que Jesus disse para fazer foi “dê a ele o sumo da laranja”. Não vou te forçar a crer em nada, não quero que você venha para a minha igreja, não quero que você pense que eu sou bonzinho, porque eu não sou. Isso é só um desabafo de quem já feriu muita gente, que já foi muito ferido pela igreja mas que a todo tempo busca algum significado e uma verdadeira experiência com Aquele que me promete salvação, e acima de tudo, vida eterna.

      Curtir

  5. Também fui “machucada” por uma igreja, mas Jesus não me deixou desanimar e me fez entender que nossas expectativas devem ser depositadas somente nEle!
    Deus abençoe sua vida e continue te usando!

    Curtir

  6. Olá amigo e irmão, Gabriel!

    Nao dê atenção, para os que teem comichoes nos ouvidos, e não consegue aperceber-se das nuances idiossincrática que a vida nos prega. Seja portanto, livre para expressar copiosamente, este pensamento, pois há sim, muitas pessoas, espalhadas por todos os lugares, se escondendo das igrejas, porque ficaram magoadas e feridas, e isto, não tem nada a ver com o tamanha2 de Deus, e sim da permissividade que Deus outorgou ao inimigo das nossas almas!

    Se olharmos para a Igreja, como igreja espiritual, não necessitamos de como igreja pedir perdão a ninguem, pois, a igreja de Cristo é perfeita. Mas, nos que somos igreja, enqua to aqui na terra, temos erros e falhamos, com os nossos semelhantes e com a nossa missão. Conheço um Evangelista qje me disse: Com 10 palavras, ganho uma vida, mas com apenas 1 desvio 100. Devemos tomar cuidados com as dracmas perdidas. Ou ficaremos como aquelas igrejas perfeitas que de nada tem falta, somente a piedade…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s