Religiosidade? Tô fora! Mas, afinal, o que isso significa?

religiosidadeHá uns sete anos eu assisti um vídeo onde o pastor dizia que odiava religião e a cada palavra que saía de sua boca parecia que eu estava entrando em um novo mundo onde tudo fazia sentido, porque eu percebi que eu vivia debaixo de uma mentalidade legalista, onde Deus só iria me amar se eu fizesse tudo corretamente.

Naquele momento, eu comecei a compreender que Deus me amava e ponto. E ao longo da caminhada eu venho aprendendo que é o seu amor que transforma a minha vida, me levando a um lugar de cada vez mais intimidade; e não a minha performance baseada em um monte de regras que buscam mascarar o meu “eu”.

Como um marco em minha vida, o assistia quase toda semana para me lembrar que eu também odiava religião e que nunca mais queria aquilo perto de mim. Que eu queria ser CRISTÃO e não EVANGÉLICO. Que eu queria seguir a Jesus Cristo e não simplesmente frequentar uma igreja por frequentar.

E desde então eu comecei a ignorar tudo o que parecia antiquado, como regras banais repletas de controle por medo do pecado e doutrinas que levavam as pessoas a uma padronização sem sentido.

Neste tempo eu venho percebendo o quanto a igreja também tem crescido nisso e se transformado. Até mesmo igrejas mais conservadoras têm buscado adotar uma linguagem mais contemporânea, acompanhando os avanços que acontecem no mundo.

Porém, religiosidade vai muito além de padrões e estilos.

Religiosidade não tem a ver apenas com o fato de você vestir um terno ou uma camisa de malha pra ir ao culto, cortar ou não cortar o cabelo, usar ou não usar maquiagem, fazer ou não fazer tatuagem, ter ou não ter um sistema de iluminação e projeção incrível na igreja, usar saia ou calça jeans, e assim por diante.

Porque muitas vezes podemos abandonar certas doutrinas e regras, porém continuarmos pessoas religiosas.

Deixa eu explicar: talvez hoje você não se esconda mais atrás de uma roupa que tudo cobre e de uma falsa humildade que tenta esmagar o seu valor; mas esconde seus medos, frustrações e inseguranças nas novas roupas e atitudes, na falsa felicidade construída nas redes sociais, nos bens que “foram dados por Deus” mas que na verdade são objetos de orgulho e arrogância, nos relacionamentos rasos e assim por diante.

Ou seja, você pode estar na moda, se vestir como um hipster, frequentar uma igreja bacana, ter a melhor conta do instagram e ainda assim continuar uma pessoa religiosa, se o Espírito Santo não for o seu guia em tudo o que você fizer. Porque uma pessoa que anda em religiosidade é aquela que tira Espírito Santo da equação.

Amigos, Jesus não se entregou para que apenas abandonássemos certas tradições (o que é muito bom), mas para que vivamos além delas, em um relacionamento íntimo com Ele, confiando em Seu amor que nunca falha e que está disponível todos os dias, tornando-nos verdadeiramente livres e seguros para fazermos todas as coisas. Ele removeu o espírito de órfão e nos tornou filhos, agindo em nossas vidas e através de nossas vidas para que todos possam experimentar o que é ser amado.

Portanto, não se engane, trocando de máscara só porque a mais nova parece mais bonita. Não vale a pena! Você já experimentou isso uma vez e sabe como funciona, que é vazio e sem propósito. E às vezes é difícil mudar pela falta de reconhecer que existe uma necessidade de transformação, afinal, pelo tanto que eu já conversei com as pessoas, eu percebo que os religiosos são sempre os outros.

Mas saiba que é possível ir além! Pois Deus te chama pra andar em liberdade, livre de si mesmo e totalmente dependente dEle. Por isso, confie em Seu amor e se renda Àquele que jamais vai abandonar e que vai estar ao seu lado para sempre! Apenas diga “Espírito Santo, estou aqui para me render a Ti todos os dias de minha vida”, na certeza que Ele vai guiar cada um dos seus passos.

COMPARTILHE ESSE TEXTO! 😀

12976854_1144084505624416_4504383907097072953_o

Leia também:
4 Motivos Para Não Ser Um Cristão “Desigrejado”
Os Religiosos São Os Outros
– Como encontrar alegria durante o processo

facebookcomentario

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s